Site Oficial do Grupo Zaatam

Photobucket

Março 09 2007

O GRUPO ZAATAM COM OS SEUS 14 ELEMENTOS: ( ALBANO MARINHO, ANTÓNIO FERREIRA, PAULO SANTOS, ROGÉRIO MONTEIRO, JOÃO CARLOS ALBUQUERQUE, JOAÕ ADELINO, ANTÓNIO MARINHO CARLOS GABRIEL NA 1 ª FILA. ALBERTO PINA, RUI CRUZ, ANTÓNIO FAUSTO, ANTÓNIO BATISTA, RUI NETO E ANTÓNIO CARVALHO NA 2 ª FILA)

Após 6 de Janeiro de 2007, o Grupo de Recolha e Divulgação de Música Tradicional de Sátão – ZAATAM, passou a apresentar-se com o seu novo traje, fruto da inspiração e do estudo da estilista Maria João Machado.

O Nome ZAATAM, foi o inicio de tudo. Tal como diz a estilista, este sugere

“ força, exotismo, lembra acção, tal como uma espada manejada algures no passado, por um cavaleiro honrado, defensor da sua terra; quem sabe um templário, fiel à crença, e ao conhecimento”.

Zaatam segundo a mesma “ fica muito pelo imaginário do século XII, pois segundo consta em 1111. recebeu a Alforria, ano em que nasceu D. Afonso Henriques”.

Esse foi o caminho de toda a pesquisa, percorrendo todo o século XII, através da visualização de D.V.D, idas a feiras Medievais, como a ocorrida em Leça do Bailio, e o recurso a três livros fundamentais:

- The complete costume history

- Costume Patterns and Designs

- Encyclopedie Ilustrée du Costume et de la Mode

            Após a apresentação de vários modelos, no corte, nas cores e nos tecidos, nos padrões, nas texturas, nos acabamentos, dando realce aos aspectos  principais daqueles tempos. Foi definido o Traje, que assenta nos seguintes códigos segundo Maria João Machado.

            CORES: 1- Preto e Branco (branco representado por bege claro)

                           2 – Vermelho

                           3 – Prateado

            1 – Preto e “branco”

                        AGASALHO: O bem e o mal, os valores e os defeitos, lua e sol, masculino e feminino, simplicidade e vaidade.

- O veludo da risca preta a vaidade, o materialismo, luxo

- Risca clara – lembra pela textura a serapilheira, simplicidade, espiritualidade

- Napa preta – Cinto e bolsa – força, resistência, prudência

- Gola alta de pêlo – Austeridade, posição mistério/oculto.

            2 – Vermelho

            CAMISAS – cor de sangue, sacrifício, honra do dever cumprido

            BORDADOS NA CAMISA- Os punhos e colarinhos estão marcados por apontamentos de linhas rectas, reflectindo, a verticalidade vigor, a lei a responsabilidade do ser humano nos diferentes aspectos.

            Os traços geométricos, têm o intuito de jogar pelas diferentes cores, com os nossos movimentos. Nesta peça de vestuário porque cobre o corpo, a zona onde estão os nossos órgãos, que também são simbólicos noutras ciências do conhecimento, foram propostas três modelos.

            Pelo bordado, com mais ou menos riscado, com fios de espessura diferentes, mais ou menos metalizado, no seu conjunto, pretendem identificar uma ordem social.

            BOTÔES

            Do AGASSALHO um botão redondo, achatado e preto. O círculo vazio, é o ventre materno do universo, tem vida e dá vida. Sobre o “vazio” está a cruz de Cristo. O homem sem deus não é nada.

            Tem o significado do papel importante da igreja e das ordens religioso/militares.

            Nas CAMISAS, dois botões diferentes: um de metal e outro de coco. O de metal lembra o escudo, dos guerreiros, O de coco, mais natural, faz a ligação à natureza. Por fim as calças pretas, com tecido elástico permitindo mais mobilidade

 

publicado por Administrador às 18:58
 O que é? |  O que é? | favorito

Grupo de Recolha e divulgação de Música Popular de Sátão
Novos Visitantes
free counters
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Online Neste Momento
Publicidade

RADIOSATAO

 

 

Photobucket

 

 

 

 

ZEROZERO

 

 

 

Image Hosted by ImageShack.us
pesquisar
 
blogs SAPO
Visitas
Academias
Contador de visitas